quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Detalhes

"Não adianta nem tentar me esquecer...
Durante muito tempo em sua vida eu vou viver...
Detalhes tão pequenos de nós dois, são coisas muito grandes prá esquecer e a toda hora vão estar presentes, você vai ver...
Se um outro cabeludo aparecer na sua rua e isto lhe trouxer saudades minhas, a culpa é sua! O ronco barulhento do seu carro, a velha calça desbotada ou coisa assim, imediatamente você vai lembrar de mim...
Eu sei que um outro deve estar falando ao seu ouvido palavras de amor como eu falei, mas eu duvido! Duvido que ele tenha tanto amor e até os erros do meu português ruim e nessa hora você vai lembrar de mim...
A noite envolvida no silêncio do seu quarto, antes de dormir você procura o meu retrato. Mas da moldura não sou eu quem lhe sorri, mas você vê o meu sorriso mesmo assim e tudo isso vai fazer você lembrar de mim...
Se alguém tocar seu corpo como eu, não diga nada. Não vá dizer meu nome sem querer à pessoa errada... Pensando ter amor nesse momento, desesperada você tenta até o fim e até nesse momento você vai lembrar de mim... 
Eu sei que esses detalhes vão sumir na longa estrada, do tempo que transforma todo amor em quase nada. Mas "quase" também é mais um detalhe, um grande amor não vai morrer assim, por isso de vez em quando você vai vai lembrar de mim...
Não adianta nem tentar me esquecer. Durante muito, muito tempo em sua vida eu vou viver
Não, não adianta nem tentar... me esquecer."


segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Deslizes

"Não sei porquê insisto tanto em te querer, se você sempre faz de mim o que bem quer.
Se ao teu lado sei tão pouco de você, é pelos outros que eu sei quem você é...

Eu sei de tudo, com quem andas, aonde vais, mas eu disfarço o meu ciúme mesmo assim 
Pois aprendi que o meu silêncio vale mais e desse jeito eu vou trazer você pra mim...
E como prêmio eu recebo o teu abraço, subornando o meu desejo tão antigo,
E fecho os olhos para todos os teus passos, me enganando, só assim somos amigos...

 Por quantas vezes me dá raiva de querer, em concordar com tudo que você me faz,
Já fiz de tudo prá tentar te esquecer, falta coragem prá dizer que nunca mais...

Nós somos cúmplices, nós dois somos culpados. No mesmo instante em que teu corpo toca o meu já não existe nem o certo nem errado, só o amor que por encanto aconteceu...
E é só assim que eu perdôo os teus deslizes. E é assim o nosso jeito de viver,
E em outros braços tu resolves tuas crises,
Em outras bocas não consigo te esquecer."



Coração Pirata

"Quando a paixão não dá certo não há porque me culpar,
Eu não me permito chorar (Já não vai adiantar), e recomeço do zero sem reclamar.
O meu coração pirata toma tudo pela frente, mas a alma adivinha o preço que cobram da gente
E fica sozinha...
Levo a vida como eu quero, estou sempre com a razão,
Eu jamais me desespero, sou dono do meu coração.
Ah! O espelho me disse!
Você não mudou...
Sou amante do sucesso, nele eu mando, nunca peço. Eu compro o que a infância sonhou.
Se errar eu não confesso, eu sei bem quem eu sou... E nunca me dou!
Quando a paixão não dá certo não há porque me culpar
Eu não me permito chorar (Já não vai adiantar), e recomeço do zero sem reclamar.

As pessoas se convencem de que a sorte me ajudou
Mas plantei cada semente que o meu coração desejou
Ah! O espelho me disse!
VOCÊ NÃO MUDOU..."